X

Precauções contra Mosquitos

As pessoas veem os mosquitos como um incômodo, mas a realidade é que eles também podem ser perigosos porque são responsáveis por diversas doenças infecciosas, as quais variam de doenças semelhantes a gripe a problemas de saúde permanentes ou que põe a vida em risco.

Ao longo dos anos aprendemos que é impossível lutar contra os mosquitos usando apenas inseticidas. O uso indiscriminado de inseticidas torna a população de mosquitos mais resistente, ou seja, menos mosquitos são mortos por meio de fumigação. Em segundo lugar, o uso de inseticidas não ataca apenas aos mosquitos, mas também elimina insetos vitais para o nosso ecossistema, como abelhas, borboletas, libélulas, besouros, etc..

Por esses motivos, a prevenção é uma arma muito mais valiosa contra os mosquitos. Precisamos que evita que os mosquitos nasçam e também precisamos evitar, a todo custo, que eles nos piquem. Este documento foca em como evitar ser picado por mosquitos.

Por qual motivo os mosquitos nos picam
A fêmea dos mosquitos usa o nosso sangue para produzir seus ovos. O mosquito precisa de nós para sua reprodução.

O que acontece quando você é picado
O mosquito infectado com um vírus (dengue, chicungunha ou zika) transmite esse vírus para você, após o que você ficará doente. Depois que você estiver doente por ter sido picado, o mosquito levará o vírus e o transmitirá para a próxima pessoa e a partir daí espalhará a doença.

Evite ser picado mesmo se você já tiver tido dengue ou chicungunha! Se o mosquito não conseguir chegar até você, ele não pode fazer-lhe mal. Há muitas coisas diferentes que você pode fazer para evitar que o mosquito chegue perto de nós.

Vestuário
Use roupas que cubram todas as partes do corpo quando o mosquito está mais ativo (ao amanhecer e ao entardecer). Use mangas e calças cumpridas. Use roupas de cor clara, por o mosquito é mais atraído por cores escuras.

Repelentes
O uso de repelentes é uma das formas mais eficazes de proteger a sua família contra os mosquitos. Use-o em todas as partes expostas do corpo. Se você estiver usando protetor solar, aplique-o primeiro e depois aplique o repelente.

Importante: Escolha um repelente que o contenha o seguinte ingrediente ativo: DEET. Produtos contendo picaridina, óleo de eucalipto citriodora ou IR3535 também são eficazes. Há muitas marcas e formas disponíveis contendo um dos ingredientes ativos mencionados. Leia o rótulo das embalagens para informar-se sobre o que você está comprando.

O percentual de ingrediente ativo indica o tamanho da proteção. Por exemplo, um produto contendo 20% a 25% de DEET protegerá você entre 6 e 8 horas. Não é necessário comprar um produto com uma concentração maior porque ele não o protegerá melhor, apenas por um tempo um pouco maior. É melhor escolher um produto que se encaixe no seu estilo de vida, que você sempre possa reaplicar se sentir que o repelente tornou-se menos eficaz.

Você encontra repelentes em todos os supermercados e farmácias.

Advertências com os repelentes
Use o repelente conforme indicado no rótulo. Ao usar o repelente, não espirre-o diretamente no seu rosto, espirre-o nas suas mãos e aplique-o no rosto. Não use repelente perto dos olhos e da boca.

Espirre o repelente e espalhe-o por todas as partes descobertas do seu corpo. Lave as mãos cuidadosamente após aplicar o repelente.

Importante: Lembre-se daqueles que não podem proteger-se sozinhos devido a alguma deficiência. Ajude-os a usar repelente ou use mosquiteiro para protegê-los contra picadas de mosquito.

Bebês e crianças
Não deixe as crianças brincarem com o repelente. Não espirre-o diretamente no seu filho, espirre-o nas suas mãos e aplique-o na criança. As crianças colocam as mãos na boca e nos olhos, então não aplique repelente nas mãos delas.

Repelentes (contendo DEET, picaridina ou IR3535) podem ser usados em bebês com mais de 2 meses. Repelentes contendo óleo de eucalipto citriodora só podem ser usados em crianças a partir dos 3 anos.

Mulheres grávidas
Qualquer doença durante a gravidez pode ser um problema para a mãe ou para o bebê. Isto também é verdade quando se trata de doenças adquiridas por meio de picadas de mosquito. As mulheres grávidas devem fazer todos os esforços possíveis para não serem picadas por mosquitos. Com base nas informações científicas disponíveis, os repelentes recomendados neste documento são seguros para o uso durante a gravidez. Não são necessárias precauções extras para o uso de repelentes durante a gravidez.

Mantenha o mosquito fora
Dormir sob um mosquiteiro é um modo eficaz de manter os mosquitos separados dos seres humanos. O mosquiteiro é especialmente útil para bebês com menos de 2 meses nos quais ainda não se pode passar repelente. O mosquito Aedes aegypti é muito agressivo ao amanhecer e ao anoitecer; no entanto, uma vez que ele entrar na sua casa, estará ativo dia e noite. Para mantê-lo fora, mantenha janelas e portas fechadas até depois do horário de pico de atividade deles. O uso de telas nas portas e janelas, apesar do alto custo, é a forma mais eficaz de manter os mosquitos longe de seus entes queridos.

É importante seguir todas essas informações, mas a coisa mais importante é assegurar que você não está criando mosquitos dentro da sua casa e ao redor dela.

Para informações sobre doenças transmitidas por vetores, entre em contato com a Unidade de Epidemiologia e Pesquisa (Epidemiology & Research Unit) da Saúde Pública de Curaçao através do telefone (+5999) 462 2040, ramais 850 ou 851.

Para denúncias e prevenção contra o mosquito, entre em contato com o Departamento de Higiene (Hygiene Department) da Saúde Pública de Curaçao através do telefone (+5999) 462 2040, ramais 867 ou 858.

Em caso de emergência, ligue: 0800-0888 / 9345